Ultrassom Tripolar

Ultrassom Tripolar

Equipamento computadorizado composto de ultrassom e correntes elétricas polarizadas que leva a quebra das células de gordura em células menores, facilitando a eliminação destas pelo sistema linfático.

Permite trabalhar grandes áreas em pouco tempo, pois ele possui um cabeçote tripolar de grandes dimensões que proporciona aumento da região a ser tratada, com diminuição do tempo de exposição ao equipamento.

Existem três tipos de combinações de tratamentos no equipamento, e a escolha do tipo será feita conforme a indicação da técnica ou do objetivo do paciente, sendo individualizado cada caso.

O efeito térmico do ultrassom causa a liberação de estamina, síntese do colágeno e de outros agentes químicos, que promovem a reparação tecidual. O procedimento é rápido e seguro, onde um gel de contato é espalhado no cabeçote do aparelho e este é movimentado no local do corpo a ser tratado, de maneira constante e lenta.

É indicado no combate à celulite e da gordura localizada, ao mesmo tempo que promove a drenagem linfática da região. Além disso, alivia tensões musculares, favorece a eliminação de toxinas e estimula a produção de colágeno. Também é indicado como tratamento pré-operatório de cirurgias plásticas como lipoaspiração, lipoescultura e abdominoplastias e no tratamento pós-cirúrgicos dos hematomas e no abrandamento de aderências.

O tratamento é iniciado com 10 sessões, 2 a 3 vezes na semana, podendo ser necessárias mais sessões dependendo da resposta individual de cada um. A duração de cada sessão é de aproximadamente 30 minutos em cada área tratada. Seus resultados já podem ser notados logo na primeira sessão. Dependendo do biótipo da pessoa, é possível perder de 2 cm a 8 cm de circunferência. Este tratamento alcança melhores resultados quando é utilizado em conjunto com uma dieta pobre em açúcares e gordura e a prática regular de atividade física.
Os efeitos colaterias que podem ocorrer durante o procedimento são: pequenos estímulos elétricos que são regulados de acordo com a sensibilidade de cada um, dores leves ocasionadas pelo aquecimento do equipamento, além de vermelhidão e sensibilidade da pele após aguns dias do tratamento.

Paciente crianças, adolescentes, gestantes, mulheres em fase amamentação, portadores de próteses ou placas metálicas e pessoas com flebites, varizes na área tratada, doenças pulmonares, infecções e com processos tumorais não devem se submeter ao procedimento. Também é contraindicado em casos de diabetes, doenças renais, doenças hepáticas, colesterol alto, epilepsia, uso de DIU e paralisia.

Palavras-chaves:
dermatologista em sp, dermatologista no paraiso, ultrassom tripolar, manthus, gordura localizada, celulite, flacidez


Comente isso! Comentar

  • Não existem comentários ainda, clique em comentar e seja o primeiro!