Peeling

Peeling

PEELING QUÍMICO

Aplicação de um ácido na pele com o objetivo de desprender as camadas mais superficiais para a renovação celular e nova formação de colágeno. Indicado para clareamento de manchas, controle de oleosidade e acne, cicatrizes, estrias, e rejuvenescimento. Existem 3 tipos de acordo com a necessidade do paciente:

  • Superficial

Promove uma descamação fina da pele, iniciando em 48 a 72 horas após a aplicação, durando mais ou menos 7 a 10 dias, mas não sendo necessário o afastamento de suas atividades diárias. Os mais utilizados são: o ácido retinóico, ácido salicílico, Jessner, Caviar, entre outros.

  • Intermediário

Remove toda epiderme e atinge a derme superficial e, por isso, provoca o aparecimento de crostas que duram várias semanas. Neste caso, o paciente deve permanecer afastado de suas atividades por pelo menos uma semana. Um exemplo é o de ácido tricloro acético (ATA).

  • Profundo

O exemplo clássico é o Fenol, que por atingir a derme média e profunda, deve ser realizado em centro cirúrgico, sob analgesia, tendo a necessidade de curativos diários e recomendação de afastamento por algumas semanas. Indicado para cicatrizes de acne muito profundas e rejuvenescimento severo.

PEELING DE CRISTAL OU MICRODERMOABRASÃO

Técnica de esfoliação não-cirúrgica da pele, com a aplicação de cristais de óxido de alumínio quimicamente inertes sobre a pele, sob pressão regulada, o que permite o controle do nível de abrasão da pele, podendo ser superficial ou profundo. Indicado para acne, pele oleosa, poros abertos, manchas, rugas e estrias.

Palavras-chaves:
dermatologista em sp, dermatologista no paraiso, peeling, renovacao cutanea, manchas, cicatrizes de acne, estrias, fotoenvelhecimento, melanoses solares, manchas de sol 


Comente isso! Comentar

  • Não existem comentários ainda, clique em comentar e seja o primeiro!