Depilação a Laser

Depilação a Laser

A depilação a laser é um método excelente de depilação definitiva que, além de facilitar a vida do paciente, também é a solução para A depilação a laser é um método excelente de depilação definitiva que, além de facilitar a vida do paciente, também é a solução para problemas como foliculite (pelo encravado que sempre inflama). Ela destrói o folículo piloso (raiz) que gera os fios, atuando no pigmento do mesmo.

O tratamento completo requer uma média de 7 sessões, com intervalo mínimo de duas semanas e, normalmente, será necessária manutenção de apenas 1 sessão ao ano.
 O resultado das sessões depende do tipo de pele de cada pessoa, sendo a cor do pelo e o tom da pele duas importantes características. O tipo de luz utilizado nos lasers é absorvido pelo pigmento marrom encontrado nos pelos. O calor gerado pela luz “torra” o folículo, causando grande dano (que pode ser permanente ou não, dependendo da intensidade da energia que atinge o pelo).
 


Pessoas de pele clara e pelos escuros costumam ter os melhores resultados, já que a luz tende a ser absorvida preferencialmente nos pelos. Em indivíduos com pele escura, o tratamento deve ser mais cuidadoso, porque a pele ao redor do pelo também apresenta pigmento marrom e pode absorver a luz, devendo ser realizadas mais sessões com menor potência cada, para diminuir risco de manchas ou queimaduras.
Pelos claros, loiros ou grisalhos, tendem a apresentar resultados muito pobres.

A utilização de anestésicos locais e equipamentos que liberam jatos gelados junto com o laser tendem a resolver a maior parte dos problemas de desconforto durante as sessões. A exposição solar deve ser evitada antes e, pelo menos, uma semana após a realização.


O Laser de Diodo é um aparelho de última geração, projetado para remover os pelos indesejados de forma definitiva e segura, sendo indicado para todos os tipos de pele. Durante o procedimento, a ponteira resfriada do laser pulsa por uma fração de segundo, provocando o aquecimento do bulbo (raiz) do pelo, interrompendo sua função de crescimento. Há também a tecnologia assistida a vácuo, tornando o procedimento praticamente indolor. Outra alternativa mais econômica, porém menos eficiente, é a fotodepilação, feita com Luz Pulsada Intensa (IPL). Utiliza uma luz suave que enfraquece o folículo piloso gradativamente, mas não tem a capacidade real de destruir as células germinativas da raiz dos fios. Demandam mais sessões, no mínimo 10, e o resultado delas duram apenas 1 ano, em média.

Palavras-chaves:
dermatologista em sp, dermatologista no paraiso, depilacao a laser, remocao de pelos, depilacao regular, excesso de pelos 


Comente isso! Comentar

  • Não existem comentários ainda, clique em comentar e seja o primeiro!